Passo a passo: como tirar seu visto para os EUA

Para qualquer viagem é preciso se preparar, mas para alguns destinos a burocracia é maior. O sistema de emissão de vistos americanos entrou em vigor em 2012, diminuindo os custos e as filas de espera. Abaixo, explicamos em passos esse sistema, para você tirar seu visto e aproveitar sua estadia nos Estados Unidos.

Preencha o formulário DS-160

Você pode achá-lo neste site. Lembre-se que ele deve ser preenchido em inglês, com informações precisas e atualizadas.

Taxa do visto

Para emitir seu visto, é necessário pagar uma taxa que varia com o tipo de visto solicitado. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito, dinheiro ou boleto. Com a mudança no sistema de emissão, esta é a única taxa a ser paga.

Agende sua entrevista

Depois da confirmação do pagamento, é hora de agendar sua entrevista. Você pode agenda-la clicando neste link, e lembre-se de ter em mãos o número identificado como “nosso número” do boleto do DS-160 e o recibo de pagamento da taxa MRV. O tempo de espera varia com o local da entrevista.

Centro de Atendimento ao Solicitante do Visto (CASV)

Uma vez que a entrevista foi agendada, você deve ir ao CASV para a coleta de impressões digitais e foto, leve seu passaporte e a página de confirmação do formulário DS-160.

Entrevista

Compareça no local agendado no dia da entrevista com passaporte e a página de confirmação com o código de barras do formulário DS-160. Muitos ficam nervosos durante essa etapa, mas a dica mais valiosa é manter a calma e dizer sempre a verdade, pois o número de brasileiros reprovados é cada vez menor – hoje em dia, apenas cerca de 4% das solicitações são negadas.



Lembre-se que se você for aluno IBS, oferecemos toda a assistência necessária para a preparação da sua viagem. Acompanhamos seu processo de emissão de visto e oferecemos dicas de hospedagem e alimentação com o maior custo-benefício.

Agora é só iniciar o processo e garantir sua experiência nos Estados Unidos!

Para receber informações sobre os nossos cursos executivos no exterior, mande um e-mail para blog@ibs-americas.com!

As empresas contratam profissionais que já estudaram no exterior. Por quê?

Um mercado cada vez mais globalizado exige uma formação acadêmica adequada a essa necessidade. A atitude de estudar em outro país faz com que você seja esse(a) profissional. Quer saber por quê?

Ter uma experiência internacional no currículo demonstra fluência em um segundo idioma, construção de uma rede de contatos global e capacidade para acompanhar as mudanças tecnológicas e econômicas do futuro.
Segundo a Pesquisa Selo Belta, divulgada em 2018 pela Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio, foi constatado que o nicho brasileiro de educação estrangeira cresceu 23% em 2017, alcançando a marca inédita de 302 mil estudantes. A procura por cursos de idiomas como alemão, francês, italiano, japonês e mandarim ganharam destaque:


“A pulverização do ano passado demonstra o novo padrão de consumo educacional. O brasileiro não se contenta apenas com uma segunda língua. O objetivo é se diferenciar no mercado trabalho” salienta a presidente da associação, Maura Leão.


Quais são as habilidades que as organizações procuram em um profissional? E, principalmente, um curso no exterior demonstra essas qualificações? Descubra abaixo!



Uma pessoa comunicativa

Não podemos negar que caráter e personalidade pesam no momento da entrevista e na seleção profissional. Afinal, você passará muitas horas do seu dia com os colaboradores da empresa, que serão os seus colegas de trabalho. Uma pessoa comunicativa, sociável e aberta para um diálogo faz a diferença neste convívio. E é necessário ter essas qualidades (ou estar disposto a aprimorá-las) quando se decide estudar em uma universidade internacional, onde você não conhece ninguém e há pessoas de diversas culturas.



Uma pessoa que se sobressaia dos demais

A sua experiência internacional diferencia o seu currículo dos milhares que a empresa recebe. Além do mais, demonstra que você enfrenta desafios. Pense só: você teve aulas e se comunicou em outro idioma, aprendeu a conviver em uma nova realidade, cuidou de si mesmo em outro país, e conseguiu finalizar seu estudo em um sistema de ensino totalmente diferente. Isso demonstra também, a sua escolha em investir na própria carreira. A sua iniciativa em querer se aprimorar.



Uma pessoa que tenha perspectivas diferentes

Uma companhia está em busca de alguém que melhore a empresa, com ideias inovadoras e que defenda suas opiniões. Um curso internacional demonstra que você vivenciou outras perspectivas que serão utilizadas em sua nova colocação, além de deixar claro que você está disposto a aprender e olhar por novos prismas.



Uma pessoa adaptável

Mesmo que você já tenha experiência na função, quando você inicia a sua trajetória em uma empresa, tudo é novo. Você precisa se adaptar à rotina, aos horários, chefes, colegas de trabalho, prazos, demandas etc. Mas, você já teve que se adaptar a uma mudança muito mais drástica: você viveu em outro país. Isso representa um nível de maturidade considerável.

Não há dúvidas de que essa experiência irá abrir portas em sua carreira profissional. Mas, tenha em mente que devemos ser eternos estudantes, buscando sempre se aprimorar e aprender, pois novas tecnologias, processos e áreas surgem o tempo todo e, como profissional, você deve estar preparado(a) para essa realidade.



Para receber informações sobre os nossos cursos executivos no exterior, mande um e-mail para blog@ibs-americas.com!