Entrevistamos nossa aluna da CUOA Business School: Tierra Alexandreya Chess!

Tierra Alexandreya Chess, 21, nasceu em Nova Iorque e vivenciou a sua primeira viagem internacional com a IBS Americas, onde realizou o nosso curso International Management & Leadership, em janeiro de 2017 na CUOA Business School. Desde então, uma inquietação por conhecer novas culturas despertou – Tierra já visitou mais de 12 países e não pretende parar.

Confira a diferença que nosso programa fez em sua vida!



Você realizou o programa International Management & Leadership em CUOA, na Itália. Qual foi a experiência mais marcante que você teve?

Na Europa, nós podemos visitar quantos países quisermos. Isso não dá para fazer nos Estados Unidos. Além disso, o curso aborda assuntos que são atuais e importantes, como, por exemplo, lidar com negociações e principalmente, entender as pessoas e suas diferenças.



Qual foi o conhecimento obtido através dos professores que fez grande diferença em sua vida?

Os professores são de países diferentes, então houve muita diversidade. Pude fazer diversas perguntas sobre a cultura de cada um. Para dizer a verdade, tudo fez uma grande diferença na minha vida. Ir às Nações Unidas, aprender como conseguir um emprego lá, o contato que tivemos com os estudos de casos… tudo foi muito incrível!



Considerando a sua vida acadêmica, você se graduou na SUNY Plattsburgh, com diversos “minors” * em Economia, Finanças, etc. Por que você decidiu investir em um curso como os que a IBS AMERICAS oferece?

Os cursos estavam na minha grade de estudos, então pensei em obter créditos na universidade. Com a ajuda da IBS Americas, pude fazer isso em diferentes países e com diferentes pessoas. Valeu muito a pena! Espero que isso melhore o meu currículo e me ajude a arrumar um emprego em NY. O contato que tive com pessoas de mais de 10 culturas me ajudou muito!

*especializações



O curso trouxe novas perspectivas em sua área profissional?

Com certeza. Todo mundo sempre acha que o jeito deles de fazer algo é o melhor. Ir para a Itália me mostrou um cenário diferente. As pessoas agem e lidam com as coisas de outra forma. Essa experiência aumentou meus horizontes e me deu novas perspectivas. O que aprendi lá, geralmente, se aprende depois da faculdade e você tem que vivenciar isso por si mesmo.



O que você diria para alguém do seu país que está começando a ter o sonho de fazer um curso executivo internacional?

O mundo é muito grande. Há muito para aprender e vivenciar. Quando você visita outro país e conhece as pessoas, começa a entendê-las melhor. Eu reclamo muito do meu país, mas visitar outros países me fez dar mais valor ao meu.



Por que você escolheu a IBS Americas?

É engraçado, eu queria estudar no Havaí; estive lá por 6 meses e foi uma experiência um pouco ruim. Me falaram para não deixar de viajar pelo mundo, porque depois disso eu não queria mais. A reitora da minha universidade me apresentou a um aluno que viajou com a IBS, não era tão caro, minha universidade e minha mãe iriam me ajudar, pesquisei e pensei “ok, vou tentar”. Estou feliz por ter feito isso, pois aprendi muito. Agradeço até hoje por essa oportunidade.

A IBS Americas abriu os meus olhos para viajar. Atualmente tenho amigos de 10 países só por ter participado dos programas da IBS. É muito legal e gratificante ter essa conexão multicultural. Obrigada por isso, IBS!



Para receber informações sobre os nossos cursos executivos no exterior, mande um e-mail para
blog@ibs-americas.com!